Cinquenta quilómetros

“Ele viajou. Ela Viajou. Mas eles não viajaram; nunca mais. Ela visitou-o na propriedade dele , nadou no lago dele – ele chamou-lhe a Ondina de São Petersburgo – e, quando se foi embora, ele deu o nome dela ao quarto onde ela dormira. Beijou-lhe as mãos, beijou-lhe os pés. Encontraram-se, corresponderam-se até à morte dele, após o que ela lhe protegeu a memória de qualquer interpretação vulgar. Mas o que percorreram juntos foram cinquenta quilómetros.”

  Julian Barnes in  A Mesa Limão (“Reviver”)

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: